119

Kg Doados

Comedouro ou Bebedouro PREMIUM em cerâmica com suporte em bambu e amigo do ambiente (eco-friendly). A cerâmica deixa a água mais fresca e por muito mais tempo, reduzindo até 5ºC em relação à temperatura ambiente. Pela sua textura lisa impossibilita o acumular de micro-organismos, prevenindo doenças causadas por germes, bactérias e fungos.

Liga Portuguesa dos Direitos do Animal

25 Anos em prol da causa Animal

A LPDA foi fundada em 1981 por um grupo de personalidades das áreas científica, cultural e política da sociedade portuguesa, presidido pelo professor António Gomes Guerra, correspondendo ao convite que lhe foi feito pelo Doutor Georges Heuse, (professor da Sorbonne), presidente, na altura, da Ligue International dês Droits de l`Animal (LIDA).

A Liga Portuguesa dos Direitos do Animal, tem vindo, desde a sua fundação há trinta e cinco anos, a mudar a opinião pública em Portugal quanto à proteção dos animais e dos seus direitos de (todos os animais: de companhia, domésticos, dos usados em experiências, em espetáculos e desporto, da fauna silvestre, das espécies ameaçadas a nível planetário);

– Agimos e participamos em grupos de trabalho nos vários níveis do Estado português (Assembleia da República, Ministério do Ambiente, de Agricultura, da Administração Interna, da Cultura, dos Agentes Policiais, etc.);
– Fazemos parte do grupo fundador da Confederação Portuguesa das Associações do Ambiente;
– Colaboramos com diversas congéneres estrangeiras, com as quais mantemos intercâmbio, nas várias áreas do bem-estar animal
– Representámos por mérito próprio e a seu convite, o Eurogroup For Animal Welfare, desde 1989 a 2010, em Portugal.
– Fizemos sair leis gerais e especificas para defesa dos animais;
– Ganhámos algumas acções judiciais a favor dos animais, travámos a matança do porco em várias localidades do país, o tiro aos pombos e outros.
– Desenvolvemos acções pedagógicas, sobre a problemática animal e ambiental em várias escolas e universidades, bem com exposições públicas, colóquios e debates sobre as mesmas vertentes.
– Temos denunciado, junto dos organismos competentes, as infrações ás leis vigentes, com destaque para a comercialização e exploração de animais através da Internet (OLX)
– Temos dado apoio e colaborado com várias zoófilas de norte a sul do país, disponibilizando informação e consultoria jurídica.
– Temos, diariamente, um serviço de atendimento ao público, informativo e de aconselhamento jurídico.
– Desenvolvemos parcerias, para recolha de alimento para os animais, com duas grandes superfícies em todo o país.
– Damos apoio alimentar e veterinário aos animais de mais de meia centena de famílias carenciadas.
– Gerimos duas Associações Zoófilas com cerca de 200 animais (AMIAMA e IZQC), as quais estamos a recuperar para melhoramento do bem-estar dos animais.

Expor aqui exaustivamente todas as acções que a LPDA tem desenvolvido ou participado, torna-se impossível pois foram muitas e sempre significativas.

Não é fácil, avança-se passo a passo mas sempre com determinação e muito sacrifício, podemo-nos orgulhar e dizer que abrimos caminho para que os jovens se venham cada vez mais a interessar por esta Nobre e Justa Causa; passo a passo muito tem vindo a mudar no que concerne à problemática animal e ambiental o que nos dá ânimo e força para continuar.

Pautamos as nossas acções no seguimento da filosofia da Declaração Universal dos Direitos do Animal, ética avançada para um justo “Animal Welfare”.

Maria do Céu Sampaio
(Presidente da LPDA)